sobre livros e a vida

24/10/2021

Willa – A Garota da Floresta, de Robert Beatty

Willa pertence a um povo da floresta, é uma faeran, e tem como função roubar mantimentos dos humanos e levar ao líder de sua tribo, o Padaran. Com suas habilidades de se fundir ao ambiente, Willa é uma das melhores caçadoras de seu povo e a vida toda cresceu aprendendo que os humanos eram cruéis e ela não deveria se aproximar deles em hipótese alguma, apenas odiá-los.

É claro que Willa sempre acreditou no Padaran, ainda mais pelo fato de que ela vive sozinha com a avó depois que seus pais e sua irmã foram assassinados pelos humanos quando ela era muito pequena. Mas essa crença de Willa está prestes a mudar.

Durante uma de suas caças, Willa acaba sendo ferida e encontrada por um humano. Ela esperava ser morta por ele, mas foi o completo oposto. O homem, Nathaniel, a trata com imensa gentileza e a ajuda a se recuperar. A partir daí, Willa começará a questionar tudo o que aprendeu sobre os humanos e também o que sabe sobre sua própria tribo. Porém, alguns segredos vão lutar para permanecerem escondidos e Willa precisará de determinação para revela-los.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Willa – A Garota da Floresta é um lançamento do mês de junho da Faro Editorial, através do selo jovem Milk Shakespeare. É o meu primeiro contato com alguma obra deste selo e resolvi arriscar esta leitura por ter gostado da premissa do livro e também da capa, que está belíssima.

O livro é escrito por Robert Beatty, um autor que eu já conhecia por sua série Serafina, publicada aqui no Brasil pela editora Valentina. Apesar de não ter gostado muito dessa outra história, eu estava com bastante expectativa neste lançamento do autor – que em breve será adaptado pela Disney -, mas acabei deixando a leitura para depois. Quando finalmente decidi lê-lo, me perguntei o motivo de não ter lido antes.

Beatty tem uma escrita fluida e envolvente. Por ser uma obra voltada para o público mais jovem, o autor é bem direto em suas explicações e não deixa muita margem para interpretação. A obra é narrada em terceira pessoa, pela perspectiva de Willa, em capítulos bem curtos, o que deixa tudo mais amplo e dinâmico.

Um dos pontos mais altos do livro é a descrição dos cenários, assim como a relação de Willa com a natureza. Ela é muito atenciosa a cada pedacinho da floresta em que vive e está sempre demonstrando como protege-la. Fiquei chocado em perceber que uma obra como essa estava determinada a criticar as atitudes dos humanos em destruir a natureza, algo tão precioso para nós, por conta de ganância.

Willa é uma personagem incrível. Desde o início gostei dela e de sua aura de pureza e inocência. Mas se engana quem pensa que por isso ela é boba, muito pelo contrário. Willa é uma garota forte, que luta pelo que acredita no fundo de seu coração, mesmo que isso vá contra o que querem que ela acredite. Uma personagem tão jovem com uma maturidade tão grande é incrível.

O final do livro foi bem fechado, mas pesquisei um pouco sobre a obra e descobri que ele é o primeiro volume de uma duologia. Já quero a continuação sendo publicada aqui o quanto antes. Esse livro me cativou de uma forma única e é por isso que deixo aqui minha recomendação. Tenho certeza que vocês vão se encantar por esta história, que vale muito a pena a leitura por suas reflexões, por seus cenários e personagens cativantes. Se joguem na leitura.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.