sobre livros e a vida

28/11/2020

Talvez Agora, de Colleen Hoover

Após os acontecimentos de Talvez Um Dia, Ridge e Sydney finalmente estão juntos, assumindo seu relacionamento para o mundo. Os dois estão cada dia mais apaixonados e tudo indica que eles ficarão juntos para sempre, mas ainda há um ponto mal resolvido entre eles: Maggie.

A última coisa que Ridge queria no mundo era partir o coração de Maggie, mas o término da relação deles era inevitável. Contudo, Maggie só tem ele  e Warren no mundo, de forma que quando ela precisa ser internada ou de algum auxílio médico é a eles que recorre. Porém, é bem claro que ninguém quer procurar os ex-namorados, ainda mais que eles estão em novos relacionamentos.

Decidida a viver por sua própria conta, Maggie vai se aventurar pela primeira vez e saltar de paraquedas, algo não muito indicado em sua condição de portadora de fibrose cística. E é justamente prestes a arriscar sua vida que ela vai mudar – e para melhor.

O instrutor de Maggie é ninguém menos que Jake, um médico que salta por hobby, e o rapaz não esconde seu interesse em momento algum. O salto de paraquedas logo vira um jantar e não pode deixar de terminar em uma noite muito quente. Só que Maggie não está preparada para se envolver com alguém e só deseja que este caso não passe de uma noite.

Mas é claro que as coisas não são fáceis assim. Depois de expulsar Jake de sua casa, Maggie não consegue tirá-lo da cabeça e sabe que seus sentimentos pelo rapaz estão cada vez mais confusos. Porém, antes que ela possa tomar qualquer atitude, uma nova crise a leva a procurar Ridge e Warren outra vez, o que pode mudar tudo para ela.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Eu sou um fã convicto de Colleen Hoover e leio absolutamente tudo que essa mulher escrever. É claro que Talvez Agora estava na minha lista de leituras desde que foi anunciado, mesmo eu não sendo um grande apaixonado por seu predecessor. Posso dizer que me apaixonei pelo livro, mas não pelos motivos certos.

A escrita de Hoover é leve, fluida e envolvente, como sempre. Peguei o livro para ler em uma tarde de tédio e quando me dei por conta já estava acabando. Terminei a leitura – literalmente – em uma sentada. Com uma narrativa em primeira pessoa, alternando as perspectivas de Ridge, Sydney e Maggie, Colleen nos entrega uma trama repleta de emoção e paixão.

O ponto de partida do livro é a relação entre o trio protagonista. Agora que está com Sydney, Ridge deve deixar Maggie de lado? É egoísmo da parte de Sydney querer isso? E como Maggie se sente estando no meio da relação dos dois, após ter sido traída pelo cara que amava? São vários dilemas e Colleen vai nos deixando cada vez mais angustiados para resolvê-los.

É importante dizer aqui que no início eu julguei muito Sydney, afinal, Maggie não escolheu ter fibrose cística e ter apenas seus amigos para contar. Mas conforme fui avançando na leitura, fui entendendo o lado da garota e percebendo que é claro que ela não deseja o mal de Maggie, mas foi um ponto bem difícil para a garota lidar.

O fato de eu ter dito que me apaixonei pelo livro pelos motivos errados tem a ver com Maggie e Jake. As cenas em que os dois eram destaque foram as melhores do livro e eu teria amado ainda mais se a história fosse focada apenas neles, mas ambos foram coadjuvantes nos problemas de Sydney e Ridge. Acho que este casal já teve seu momento e agora Colleen deveria focar na felicidade da ponta que sobrou do triângulo amoroso do primeiro livro.

Eu passei a gostar ainda mais de Maggie depois dessa continuação. Sempre a achei uma garota determinada e inteligente, mas também percebia que por trás da fachada de independente existia uma garota frágil e amedrontada, com medo da solidão. Eu não consigo me imaginar no lugar dela, com poucas pessoas com quem contar, e achei que a resolução que Colleen deu para esta situação foi mais que justa.

Finalizei a leitura com um quentinho no coração, querendo ainda mais páginas dessa história. Talvez Agora conseguiu ser melhor que o primeiro volume e se mostrou uma trama emocionante e verdadeira sobre os dilemas da vida adulta. Super recomendo essa leitura a todos. Tenho certeza que vão se encantar assim como eu.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.