sobre livros e a vida

29/12/2017

Tá Na Estante :: ‘Quando a Bela Domou a Fera’ #733

Heeeey, gente. Tudo bem?

Hoje estou aqui para contar pra vocês sobre uma leitura recente. O livro em questão é um romance de época bem gostosinho, que é o primeiro volume de uma série.

Livro: Quando a Bela Domou a Fera
Série: Contos de Fadas (#01)
Autora: Eloisa James
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Sinopse: Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, Quando a Bela domou a Fera é uma deliciosa releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos. Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher. Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas. No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Quando a Bela Domou a Fera conta a historia de Piers, o conde de Marchant e médico rabugento e Linnet, uma belíssima jovem com uma reputação arruinada. Depois de um mal entendido causado por um vestido de acabamento suspeito, uma infecção estomacal e uns beijos no momento errado, Linnet tem sua fama arruinada na sociedade. 
Sem saber o que fazer e sem a perspectiva de conseguir um bom casamento, a jovem se vê obrigada a aceitar a ideia de se casar com o conde de Marchant, porém eles não se conhecem e a única coisa que a jovem sabe é que ele tem um péssimo temperamento e a fama de “fera”. 
Piers vem fugindo de casamento há anos, mas como sua linhagem é muito importante, ele passa uma lista da esposa perfeita com quem aceitaria se casar, acreditando que o pai não encontraria uma dama tão impecável. Com um tanto de desespero e ignorando a recente fama de Linnet, o pai de Piers a leva como possível noiva do filho para sua casa fora da cidade.

O jovem conde acredita que a afastará fácil, sendo sarcástico, rude e deixando claro que não a quer como esposa. No entanto, ao contrário do que ele imagina, Linnet não é uma jovem tão sensível e se mostra uma dama forte e com muita personalidade, não facilitando a vida de Piers. 

O livro já me conquistou nas primeiras páginas, porque definitivamente ele é hilário! A forma como Linnet conquista a má fama e como a família lida com isso é muito bem construído, com muita comédia, e foge de tudo que lemos em outros livros de romance de época.  
Por tudo que ela passou na vida, Linnet se torna uma jovem forte e que não aceita desaforos. Com essa atitude e mais sua beleza arrebatadora, isso a torna tão diferente das jovem da época e Piers acaba sentindo aquela forte atração que nós tanto esperamos para ler. 
O médico sofre de um problema na perna e sente dor constantemente. Com isso um dos hábitos que adquiriu e alivia sua dor é praticar natação, o que lhe conquistou um belíssimo corpo. Além disso, a natação também é uma forma de atrair Linnet para mais próximo dele, mesmo sem ele “querer”. Este personagem foi inspirado na série Dr. House. Imagine um personagem de época na mesma vibe de House? Eu amo a série, então não tinha como dar errado! Hehehe.

“— Ah, mas eu acho que somos perfeitos um para o outro — disse ela, só para cutucá-lo.
— Um médico totalmente maluco — esse sou eu — e uma beldade terrivelmente conivente — essa é você — mancando juntos rumo a vida de felicidade? Duvido muito. Você tem lido contos de fadas demais.”

O que gostei muito nesse livro é o fato de ele possuir o romance, a comédia, o drama (sim, o final me deixou desesperada) e personagens muito bem descritos e construídos. É uma leitura que prende e flui! Além da pegada conto de fadas que eu tanto amo! 
Nesse livro vemos bem a semelhança entre o conto original e o livro, porém esta “fera” é muito mais popular. O auge do livro é simplesmente de parar o coração e surpreendente, deixando aquela ansiedade para terminar de ler e descobrir o que acontece o mais rápido possível. 
Beijos e até a próxima!

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.