sobre livros e a vida

08/01/2020

Tá Na Estante :: ‘Ascensão’

Scott Carey está passando por uma situação complicada. Sua vida mudou drasticamente depois que a esposa o deixou, mas ele passou a focar sua atenção em seu trabalho e conseguiu um excelente projeto, que lhe renderá muito dinheiro e, possivelmente, novos trabalhos. Mas algo dentro dele está errado: a cada dia o homem fica mais leve, mesmo que sua aparência não mude nem um pouco.

Sem saber o que está acontecendo – e com medo do que podem fazer com ele se procurar as pessoas erradas – Scott decide pedir ajuda ao seu velho amigo, o Dr. Bob Ellis. Um exame geral comprova que Scott não tem nada, mas os números na balança parecem zombar dos dois e dizer o contrário. Afinal, não interessa se está nu ou vestido, carregando algum peso ou com as mãos vazias… O peso de Scott é sempre o mesmo, o que deveria ser impossível.

A cada dia, Scott vai ficando mais leve e ele teme que quando chegar ao Dia Zero, quando ficar sem uma grama no corpo, sairá flutuando pelo mundo sem conseguir-se manter no chão. Seu futuro é incerto e, com poucas semanas até o estopim, o homem começa a questionar muitas coisas sobre si mesmo e sobre os habitantes da cidade de Castle Rock.

Logo, Scott toma para si a missão de inserir o casal de lésbicas que mora na residência ao lado da sua na sociedade, já que ambas sofrem com o preconceito dos moradores e seu restaurante vegano está com os dias contados pela falta de clientela. Mas Missy e Deirdre não parecem muito dispostas a receberem ajuda do seu vizinho, já que, anteriormente, Scott e elas discutiram muito sobre onde o cachorro delas fazia suas necessidades.

Com seu tempo esgotando, Scott sabe que precisará fazer algo antes de partir e a Corrida do Frango, um evento de Castle Rock que atrai inúmeros turistas, pode ser a chance perfeita. Mesmo com todos apostando contra ele, Scott quer competir e provar que é capaz de vencer, usando sua vontade em uma aposta para conquistar a confiança de Deirdre. Estará ele preparado para o rumo que essa decisão lhe fará tomar?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quem me conhece sabe que amo os livros de Stephen King, apesar de ter tido pouco contato com as obras do autor ao longo de toda minha vida literária. Cada novo lançamento do autor é uma chance de conhecê-lo melhor, então quando a Suma anunciou o lançamento de Ascensão – que, acreditem, é um livro fininho -, imediatamente solicitei meu exemplar e, assim que chegou, me joguei na leitura.

Devo começar dizendo que Ascensão é diferente de todos os livros que já li do King. Aqui não teremos sangue, mortes ou violência. Pelo contrário. Em poucas páginas e com descrições apenas necessárias, o autor nos apresenta uma metáfora belíssima sobre como o ser humano acumula pesos desnecessários sobre si, como preconceito e inveja, ao invés de praticar o bem e, quem sabe, “flutuar” por aí.

Scott é um personagem muito bem desenvolvido. Ele é um homem grande e tem uma implicância natural com suas vizinhas, pois o cachorro delas fazia cocô em seu jardim. Por muito tempo, ele acreditou que não se impor e deixar as coisas rolarem era o melhor a se fazer, mas depois que a perda de peso começa a assombrá-lo, o homem percebe que deve fazer a diferença. A partir disso, ele não aceita ouvir nenhum tipo de preconceito ou reclamação sobre ninguém. Afinal, qual o conceito de vizinhança e para que ele serve realmente?

Missy e Deirdre também são ótimas. Enquanto a primeira é mais quieta e tímida, a segunda gosta de bater de frente e mostrar que não está para brincadeira. Deirdre sabe o que é conviver com o preconceito e tenta proteger sua amada Missy de todo ódio que a sociedade despeja sobre elas apenas por serem quem são. Gostei muito dela justamente por isso, por não se deixar abalar pelo que os outros dizem e provar, cada dia mais, que sua orientação sexual não faz dela menos mulher ou menos humana.

O final da história foi belíssimo. Conforme tudo foi se construindo, eu achei que Stephen King iria seguir por um caminho, mas ele foi por outro que fez mais sentido para a trama. Se vocês esperam alguma explicação sobre os motivos de toda essa situação estar acontecendo com Scott, irão se decepcionar. O jeito é seguir a leitura e focar nas relações interpessoais dos personagens, pois este é o verdadeiro ponto alto da trama.

Ascensão é um livro bem escrito, com personagens cativantes e uma trama que nos faz pensar muito sobre nossas atitudes. Mais um livro de King que termino com muitas reflexões e um pouco de lágrimas nos olhos. Sendo assim, deixo aqui minha recomendação a todos vocês. Garanto que vale muito a pena!

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.