sobre livros e a vida

27/04/2017

Sozinha também é legal!

Heeey, gente. Tudo bem??

Estava nas minhas metas desse ano fazer mais coisas sozinhas. Confesso que ainda não tenho muita confiança para viajar sozinha – apesar de que na última viagem que fiz conheci uma garota que estava lá sozinha e fiquei completamente apaixonada pela ideia! -, mas queria, ao menos, fazer alguns outros programas tendo apenas a minha própria companhia.

Eu adoro sair sozinha, adoro ir ao shopping, ao centro da cidade, andar sem rumo e sem saber o que estou procurando e confesso que em algumas dessas andanças recebo uns olhares estranhos de algumas pessoas. Não sei se isso deve-se ao fato de eu estar sozinha, e feliz por estar sozinha, ou porque eu sou estranha mesmo. Fica aí o questionamento.

O fato é que algumas semanas atrás fiz uma coisa que queria há muito tempo: Fui ao cinema sozinha. Gente, que libertador! Por um momento achei que fosse ficar sem graça, ou até meio solitária, mas foi tão bom. Eu estava louca para assistir A Bela e a Fera, minha mãe tinha acabado de começar em um novo trabalho e nossos horários não coincidiam, minhas amigas estavam com a agenda lotada; mas eu ainda queria loucamente ver o filme. 
Tomei a decisão na saída do trabalho. Peguei uma carona com a minha chefe, já que trabalho em outra cidade, e quando estava chegando perto soltei um: “Ah, me deixa no shopping!”, eu sabia que teria uma sessão às 03h:15min, então daria tempo. Comprei o ticket, pipoca, refrigerante e muita balinha e me enfiei na sala lotada. Foi ótimo!
Eu saí da sala de cinema sorrindo de orelha a orelha, satisfeita com o filme e com a coragem de fazer isso sozinha. Gostei tanto do filme que fui assistir novamente com o crush, haha. É libertador saber que não precisamos de outras pessoas para fazer programas divertidos, para viver e curtir a vida. A real sensação que senti ao sair da sala foi liberdade. Me senti liberta!
Escrevo este post com a ideia de incentivar vocês a fazerem algo novo, algo quem têm medo, mas que têm vontade. Gente, a sensação ao concluir é tão bom. Ir ao cinema sozinha foi tão bom quanto me jogar de uma tirolesa, a única diferença é que nunca mais me jogo duma tirolesa, mas ao cinema sozinha: com certeza irei mais vezes!

Beijocas e até a próxima!!!

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.