sobre livros e a vida

10/02/2021

Se Não Fosse Você, de Colleen Hoover

Morgan engravidou quando tinha apenas dezessete anos e sua vida virou de cabeça para baixo. Ela casou-se com Chris, seu namorado do colégio, e depois de 17 anos sua vida parece ser a mesma, sem nenhum feito marcante. Ela largou a faculdade e o emprego para ser mãe em tempo integral, mas ela não se arrepende de nada, já que sua filha, Clara, se tornou uma jovem sensacional.

Na noite do seu aniversário de 34 anos, Morgan começa a pensar mais sobre suas escolhas, ainda mais depois de Clara dizer que ela é previsível. A mulher está determinada a dar um rumo aos seus dias pacatos, mas na manhã seguinte uma notícia abala todas as suas estruturas.

Um acidente de carro aconteceu e a irmã de Morgan, Jenny, e seu marido, Chris, foram vítimas fatais. Não se sabe ao certo o que ocorreu, mas uma das primeiras dúvidas a ser levantadas era por que os dois estavam juntos no mesmo carro naquele horário. Morgan não quer pensar no pior, mas quando o marido de Jenny, Jonah, aparece no hospital, ele não tem medo de colocar o dedo nessa ferida.

Agora, mais do que nunca, Morgan precisará dar um jeito em sua vida. O seguro de vida de Chris poderá mantê-la por uns dois anos, mas ela precisa pensar adiante. Só que como uma mulher na sua idade, sem um curso superior, conseguirá um emprego? Logo Clara precisará ir para a faculdade e o valor não será algo fácil de se conseguir.

Enquanto essa torrente emocional abala Morgan, Clara está vivendo seu próprio dilema. Ela acredita que foi a causadora do acidente por ter trocado mensagens de texto com a tia no momento em que tudo aconteceu. Seu único conforto está em Miller, um jovem da sua classe que desperta sentimentos nela sempre que seus olhos se cruzam. Mas, ao mesmo tempo em que se culpa, Clara também põe uma parcela de culpa na mãe, por estar tentando seguir em frente, o que só abala as estruturas de sua frágil relação.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Acho que não é novidade para ninguém que Colleen Hoover é uma das minhas autoras favoritas e seus livros estão sempre entrando na minha lista de queridinhos. Se Não Fosse Você é o lançamento mais recente da autora e, é claro, eu não pude deixar de conferir sua escrita neste lançamento. E que livro foi esse, meus amigos?!

A escrita de Hoover é muito fluida e envolvente. Sempre que eu entro em uma ressaca literária, sei que ela é a escolha certa para me tirar de lá. Estava há duas semanas sem conseguir ler nada e então decidi arriscar este livro… e só consegui parar de ler na última página.

O livro é narrado em primeira pessoa, alternando as perspectivas de Morgan e Clara. Gostei muito de ver esses dois lados, pois são duas histórias conectadas entre si pelo acidente que vitimou Chris e Jenny. Enquanto Morgan vive todo o luto somado com a traição das pessoas em que mais confiava, Clara sofre pela perda do pai e da tia, seus maiores confidentes, e se vê presa com a mãe, com quem não tem absolutamente nada em comum.

Eu gostei muito de Morgan. Apesar de ela ter fraquejado muitas vezes, ela soube ser forte quando era necessário e foi conseguindo se reerguer. Eu no lugar dela teria sucumbido rapidamente, sem saber para onde correr. Quando ela e Jonah voltam a se falar, é impossível não torcer para que algo saia disso, tendo em vista seu passado em comum e a tragédia que os uniu outra vez.

Clara me irritou na maior parte do livro. A morte do pai foi um grande peso para ela, beleza, mas isso não é motivo para ela tratar a mãe do jeito que tratava. Ela agiu boa parte da história como se Morgan fosse a culpada de tudo e, quando começa a suspeitar de que a mãe está tendo um caso com Jonah, ela não hesita em atacá-la e fazer de sua vida um inferno, mostrando que aquela maturidade do início era só fachada. Eu cheguei a derramar lágrimas de raiva pelas atitudes da menina em relação à mãe.

O final foi muito bem elaborado, mas fiquei um pouco chateado com a simplicidade que Hoover deu à resolução do clímax. Quando a verdade sobre Chris e Jenny veio à tona, parece que não era nada demais. Em pouco tempo tudo ficou bem e viraram uma família feliz novamente. Não é bem assim que as coisas funcionam na vida real.

Em resumo, Se Não Fosse Você é um livro bem escrito e emocionante, que desperta sentimentos desde amor até raiva em um virar de páginas. Colleen Hoover mostra mais uma vez que é boa no que faz e continua sendo uma das minhas autoras favoritas. Sem sombra de dúvidas, deixo aqui minha recomendação a todos. Vale muito a pena.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.