sobre livros e a vida

02/02/2017

Tá Na Estante :: ‘Em Um Bosque Muito Escuro’ #630

Olá, pessoal. Tudo bem??

Eu sou a Denise, do blog Sacudindo as Palavras, e hoje vou contar para vocês sobre a leitura de Em Um Bosque Muito Escuro. Espero que gostem!

Crítica-Em-Um-Bosque-Muito-Escuro

Livro: Em Um Bosque Muito Escuro
Autora:Ruth Ware
Editora: Rocco
Páginas: 288
Sinopse: A britânica Ruth Ware alcançou as listas dos mais vendidos do The New York Times, USA Today e Los Angeles Times com este surpreendente romance de estreia que chega ao Brasil pela coleção de suspense Luz Negra. Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon. 





Em um bosque muito escuro nos deparamos com a história de Leonora, conhecida por alguns como Lee e por outros como Nora, uma escritora de romances policiais de 26 anos que mora sozinha em um apartamento em Londres. Nora mantinha sua rotina sem muitas interrupções e sem muitos amigos até que um dia um e-mail chega na sua caixa de entrada.
Em-Um-Bosque-Muito-Escuro

No e-mail continha um convite para uma despedida de solteira que duraria um final de semana. Este convite fora enviado por Flo, dama de honra e melhor amiga de Clare Cavendish, ex-melhor amiga de Nora, que ela não tinha contato há mais de 10 anos.


“- As pessoas não mudam – disse Nina com amargura. – Elas só ficam mais habilidosas para esconder o que realmente são.”
Mas o mais estranho, além de receber esse convite para a despedida de solteira, é que Nora não recebeu o convite para o casamento. Assim, ela acaba entrando em contato com Nina, uma das únicas amigas que ainda tem, e que também foi convidada para a despedida e as duas acabam combinando de ir juntas.
Chegando no local da despedida, Nora logo percebe que alguma coisa não vai dar certo. A casa escolhida para o evento é da tia de Flo, uma casa toda envidraçada no meio de um bosque, que dá a sensação de sempre ter alguém do lado de fora vigiando o que acontece do lado de dentro. Mas esse desconforto é só o começo, Nora terá que encarar coisas do seu passado há muito tempo esquecidas, além de que terá que entender o que vai acontecer na casa nesse inesquecível final de semana. 
Como a boa louca do thriller que sou, como não aceitar um livro sobre o gênero que promete ser arrebatador? Assim que o Leo me mostrou este livro e perguntou se eu queria resenhar, logo disse sim. Confesso que depois que ele chegou eu fiquei com o pé atrás com a leitura, pois novamente temos a grande comparação com as minhas maravilhosas e amadas Gillian Flynn e Paula Hawkins. Mas já posso adiantar para vocês que esse thriller não decepciona.
Crítica-Em-Um-Bosque-Muito-Escuro
O livro começa com a Nora em um quarto de hospital 48 horas após a despedida de solteira. Houve um acidente e claramente alguém morreu. Mas não sabemos quem e nem a nossa protagonista. E é isso que Nora tenta descobrir durante todo o livro.
A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista da Nora, então estamos sempre indo e voltando para o que aconteceu no fatídico final de semana e para o presente, onde Nora se recupera e tenta lembrar de tudo para poder ajudar os policiais e se livrar de ser acusada de algo que ela não fez. Ou talvez tenha feito?
Em-Um-Bosque-Muito-Escuro
E é nessa atmosfera de dúvidas que o livro se desenrola. Em algumas vezes, achei que a autora se perdeu, mas foram poucas, o que pode acabar fazendo com que alguns leitores não goste da história, mas no meu caso não estragou em nada a leitura. Achei que a escrita da autora consegue prender e que ela conseguiu também desenvolver uma trama muito boa em poucas páginas, o que muitos autores do gênero não consegue e acaba estragando a história. 

Recomendo a história para quem procura um thriller rápido e envolvente. O livro tem os direitos comprados para o cinema, mas ainda não tem data de estreia. Espero que seja logo, pois fiquei bem empolgada para ver como essa história vai ficar nas telonas. 
***
É isso! Espero que tenham gostado, me contem aí nos comentários se rolou paixão. Nos vemos em breve.
Beijos e até mais!
***
Esta postagem esta concorrendo COMENTÁRIO PREMIADO!
CLIQUE AQUI e saiba como participar.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.