sobre livros e a vida

15/01/2017

[Vídeo] – Projeto Becky Bloom • O Primeiro Livro

Heeey, gente. Tudo bem??

Se vocês ainda não sabem, está rolando o Projeto de Leitura dos livros de Becky Bloom lá no canal. Durante quatro meses iremos nos dedicar as leituras dos oito livros da série e ficarmos soterrados na Rebecca consumista, haha. Ontem findamos a primeira quinzena e, por consequência, a leitura do primeiro livro.

Becky-bloom

No post de hoje eu trago para vocês o vídeo com o diário de leitura e a resenha, espero muito que vocês gostem ♥

Livro: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom
Série: Becky Bloom #01
Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
Páginas: 432
Sinopse: Os delírios de consumo de Becky Bloom é o primeiro romance da inglesa Sophie Kinsella. É a história de uma jornalista financeira que durante o dia, ensina às pessoas como administrar seu dinheiro e no fim-de-semana, transforma-se em uma consumidora compulsiva, fugindo do gerente do seu banco e com muitas dívidas. Rebecca Bloom não resiste uma liquidação! Quanto mais inútil, melhor! Para ela, o mundo todo enxerga os detalhes da alça de seu sutiã, combinando com as cores de seus sapatos. Mas seu salário nunca é suficiente para pagar suas extravagâncias. Endividada até a alma, Rebecca, ou Becky, vive fugindo do seu gerente de banco e Éum pouco da história de todas as pessoas para as quais comprar é quase uma terapia, a resposta para todos os problemas, mesmo criando outros piores ainda. Entre eles, inventar a próxima desculpa para o gerente do banco: – “Meu pé quebrou! Você não recebeu meu cheque? Meu cachorro morreu!”, são alguns dos argumentos usados por Becky para enrolar seu gerente Derek Smeath. Mas a personagem de Sophie Kinsella não é apenas uma “”material girl”” que só pensa em dinheiro e futilidades. Rebecca é sensível, carinhosa e extremamente otimista. Com essas qualidades, ela vai fazer de tudo para resolver seu problema. Primeiro, tenta reduzir seus gastos a zero, o que logicamente, não funciona. Diante disso, ela resolve que precisa ganhar mais dinheiro, mesmo sabendo que seu emprego está ameaçado. Nos delírios de consumo de Becky, todos os seus problemas se resolveriam de imediato ao ganhar na loteria, ou se um completo estranho pagasse sua conta do Visa – por engano, claro. Como se não bastasse, em meio a tanta confusão, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar pelo sedutor – e expert em finanças – Luke Brandon.Um divertido romance, que retrata com perfeição grande parte das mulheres que conhecemos. A inglesa Sophie Kinsella é escritora e ex-jornalista de economia, com especialização na área financeira. É extremamente cuidadosa com seu dinheiro e raramente é vista fazendo compras fora de liqüidações. Sophie tem um excelente relacionamento com o gerente de seu banco.

Clique aqui para comprar o livro e clique aqui para se inscrever no canal!

Becky Bloom acabou de se formar em jornalismo e tem uma carreira, assim como um limite de $2.000 no banco, pela frente. O sonho da jovem é trabalhar em grandes jornais e ter seu nome estampado nas melhores matérias que poderiam existir. Cobrir desfiles de moda, temporadas de premiações e alguns fatos importantes. No entanto, todo o seu plano vai por água abaixo quando ela descobre que não será nada fácil encontrar uma vaga em um grande jornal.
Agora ela trabalha falando sobre finanças em uma gazeta que não é lá muito creditado. O fato é que Becky não sabe cuidar das próprias finanças e escreve artigos baseados nos releases que recebe dos bancos e empresas. Ela inda sonha em almejar vôos mais altos, mas a cada parece que esse sonhos fica mais inalcançável. 
Graças ao seu grande consumismo, Becky Bloom está no vermelho em todos os bancos onde possui conta ou cartão de crédito. A verdade é que nem as contas de casa ela consegue pagar, mas ainda assim não resiste a uma liquidação em uma boa loja de marca. Porém, os atrasos de pagamento estão atrapalhando a sua vida quando ela recebe, quase que diariamente, cartas e ligações de gerentes nervosos a sua procura.

becky-bloom

Agora ela terá que lidar com a frustração de uma carreira que nunca quis ter, enquanto procura uma forma de ganhar dinheiro rápido para quitar tudo o que deve. Ganhar não loteria não deveria ser tão difícil, não é? Tudo isso tendo em seu pé Luke, o diretor de um outro jornal sobre finanças, que sabe que a vida de Becky Bloom é uma completa farsa. 
***
Narrativa leve, fluida e divertida. Neste livro Sophie apresentou a personagem para nós, dando muita ênfase ao fato de que ela é realmente uma consumista compulsiva e mostrando as ideias mais loucas que ela tem para fugir dos seus cobradores. 
O romance é bem clichê e fica lá no fundo da trama, será abordado com mais enfoque no segundo volume. No entanto é interessante conhecer o possível crush da protagonista e observar o quão diferente eles são. Será que isso vai dar certo?

becky-bloom

Eu curti muito e amei o gancho final para o próximo volume. Estou bem ansiosa para começar a litura e com altas expectativas, pois houveram boatos de que é muito bom, hehe.
***

Me conta aí nos comentários se você já leu algum livro da Becky e o que você achou, vou adorar saber! Nos vemos muito em breve ♥

Beijocas e até a próxima!!!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP Comentarista!
Clique AQUI e saiba como participar.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.