sobre livros e a vida

12/05/2016

Na Telona :: ‘Angry Birds – O Filme’ #39

Oi, gente. Tudo bem?

Na última terça-feira participei de mais uma cabine de imprensa aqui em Porto Alegre, dessa vez de uma animação, e agora vim contar a vocês o que achei do filme, que chega aos cinemas hoje. Vamos conferir?!

Filme: Angry Birds – O Filme
Título Original: The Angry Birds Movie
Diretores: Clay Kaytis e Fergal Reilly
Distribuidora: Sony Pictures
Duração: 1h38min
Lançamento: 12 de maio de 2016
Classificação: Livre
Sinopse: Uma ilha é habitada por muitos pássaros que não podem voar. Mesmo assim eles transbordam alegria por onde passam. Mas no meio do bando tem o irritado Red, o inconstante Bomba e o voador ágil Chuck, que unem forças para descobrirem o que um grupo de porcos verdes estão fazendo por lá, e nem imaginam os planos maquiavélicos da manada.

Em uma ilha isolada no meio do oceano, pássaros que não voam vivem em perfeita harmonia, levando suas vidinhas rotineiras sem qualquer preocupação. Red cresceu à margem dessa sociedade. Desde pequeno ele sofria bullying por causa de suas sobrancelhas e por ter sido chocado ao acaso, sem pais para criá-lo. Por conta disso, ele tem constantes problemas com sua raiva e é a partir disso que a trama se desenvolve.
Após uma festa de “chocaversário” frustrada, em que acidentalmente Red quebra um ovo de uma família, o pássaro é condenado a entrar em um grupo de apoio de controle à raiva. Coordenado por Matilda, o grupo ainda é formado pelo elétrico Chuck, o instável Bomba e o assustador Terence. Red acha que tudo aquilo é uma perda de tempo e não se esforça ao mínimo durante as aulas.

Quando um navio de porcos verdes atraca na ilha, liderado pelo porco Leonardo, Red fica desconfiado das reais intenções dos suínos e tenta alertar os habitantes, mas ninguém lhe dá credibilidade, assim adotando os porcos como membros interinos da comunidade. Só que quando o plano dos porcos é descoberto, cabe a Red liderar o grupo de pássaros rumo a ilha dos porcos em busca de vingança.


Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!

Quando foi lançado em 2009, o game Angry Birds fez um tremendo sucesso, tanto que ganhou novas versões, novas plataformas e até uma adaptação para as telinhas em forma de desenho animado. Quando soube que viraria filme esse ano, confesso que não fiquei muito empolgado. Achava que a febre dos pássaros raivosos já tinha acabado e um longa era desnecessário. Porém, quando a sessão começou e nos primeiros minutos me peguei rindo, percebi o quão enganado estava. Os Angry Birds voltaram com tudo e pra ficar.

Os personagens são a perfeita caracterização de suas formas no jogo. De longe meu favorito é o rapidinho Chuck. Ele tem um jeitinho meigo e engraçado que é muito fofo. Também gostei muito de Red, que mostrou que para o funcionamento de uma sociedade todos devem se unir e cumprir suas tarefas.

A dublagem ficou por conta de Marcelo Adnet, Dani Calabresa e Fábio Porchat. Achei que a caracterização deles foi excelente, dando um tom ainda mais cômico à película e fazendo diversas referências a cultura nacional. Falando em referências, o filme conta com diversos easter eggs da cultura pop, como O Iluminado e até Cinquenta Tons de Cinza.

Os efeitos 3D estão sensacionais. Vocês já devem saber que não sou muito adepto dessa tecnologia – principalmente por conta de sobrepor os óculos -, mas dessa vez achei que foi tudo muito bem trabalhado. dando um tom de imersão maior ao espectador e divertindo muito mais. Mas o ponto mais positivo pra mim foi a trilha sonora, que está simplesmente maravilhosa. Todas as músicas tocadas eram conhecidas e se encaixavam perfeitamente na trama.

Angry Birds – O Filme chega aos cinemas hoje e é uma excelente pedida para o final de semana. O filme cumpre seu propósito de entretenimento e vai agradar a família inteira. Super recomendo!

Beijos e até a próxima!

***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique aqui e saiba como participar.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.