sobre livros e a vida

08/02/2018

Na Telinha :: One day at a time

OLÁ, MATES! Tudo bem com vocês?

Vamos falar sobre uma comédia sobre família, raízes cubanas e muita representação hoje? SI, VÁMONOS!

One Day at a Time conta o cotidiano de uma família americana com raízes cubanas, composta de uma mãe recém-divorciada e ex-militar, Penelope que trabalha como enfermeira e criar a sua filha adolescente Elena e o seu filho mais novo, Alex. Isso com a ajuda de sua mãe, Lydia, uma cubana conservadora e rainha da dança e da comédia e Schneider, dono do prédio e amigo da família. 

O que torna essa comédia especial, entre tantas, é certamente tratar do cotidiano de uma família com uma realidade que te leva a questionar se tem câmeras na sua casa ou se alguém ouviu a sua conversa com sua mãe. 

                                   

Penelope trabalha como enfermeira em uma clínica, divide seu tempo como mãe solteira cuidando de uma filha adolescente e um filho mais novo e ainda consegue arrumar um tempinho para encontrar o amor. Durante a série, além desse tantão de responsabilidade ela ainda aborda depressão, ansiedade e estresse pós traumático, tudo causado por conta do seu período na Guerra. Tais temas trazem à tona a importância de terapia e tomar o medicamento prescrito pelo médico para ajudá-la no dia a dia e como nós podemos demonizar a doença mental por conta do olhar preconceituoso das pessoas. 

                                       

Vamos chamar Lydia Alvarez de “uma mulher daquelas”. Ela deixou Cuba com 15 anos e tem um episódio inteiro para retratar esse momento da sua vida (e para mim é um dos melhores episódios da primeira temporada) e tirando ela de sua casca grossa de mulher latina e feroz, ela tem as melhores sacadas cômicas da série e uma presença divina. Não tem como imaginar a série sem ela e o seu papel de protetora e conselheira das crianças e da filha – não que isso dê sempre certo. Seu amor e devoção pelo seu falecido marido Berto também é um ponto a destacar da série, a história de amor deles é linda.

          

Alex Alvarez é a cópia de sua avó. Narcisista, palhaço e muito, muito charmoso, ele encanta com as suas tiradas e é o mascote da família, sempre mimado pela sua abuelita. Elena é a RAINHA DA SÉRIE. Sério, essa é a jovem mais inteligente e encantadora da face da terra. Ela fala de feminismo, respira igualdade e dá aula de história em pouquíssimas cenas, sem contar que ela carrega um dos plots mais delicados da temporada e olha, me arrancou lágrimas DUAS VEZES! E ela ama Buffy e Doctor Who. Isso não é spoiler, são fatos.

Schneider é o dono do prédio, alienado, perdido no espaço tempo, mas com um coração do tamanho da galáxia. Ele vê na família Alvarez a família que ele nunca teve. O Doutor Leslie é chefe de Penelope e pouco a pouco ganha destaque na série como um homem de bom coração, mas uma vida solitária, onde claramente ele busca constantemente por amigos e valorização da sua família. Lydia e ele tem os melhores momentos da série.

Com 13 episódios de quase meia hora, as duas primeiras temporadas de One day at a time podem ser encontradas no catalogo do streaming Netflix. A pouco tempo a terceira temporada foi garantida para a alegria dos fãs que não apenas pediram pela continuação da série, como também por mais divulgação, já que o streaming pouco fala da sua série original. Então, cabe a nós fãs tagarelar dessa série até não puder mais.

Recomendo essa série deliciosa para assistir na companhia dos seus amigos e família ou sozinho mesmo com um baldão de pipoca e preparada/o para gargalhar muito – e chorar um pouco. 

XOXO!

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.