sobre livros e a vida

29/09/2021

Lendários, de Tracy Deonn

Quando Bree Mathews se inscreveu para um programa estudantil na Universidade da Carolina do Norte, onde sua mãe se formou, ela tinha total certeza de que a mulher ficaria feliz, mas sua reação foi o completo oposto. Isso gerou uma grande briga entre as duas, da qual Bree se arrepende demais, pois pouco tempo depois a mãe morreu em um acidente.

Nos primeiros dias, Bree e sua amiga, Alice, vão para uma festa na pedreira. O que era para ser uma interação normal entre adolescentes vira uma grande confusão quando uma briga se instaura no local e o misterioso Selwyn está envolvido. Bree acaba vendo demais e sente que alguém gostaria que ela esquecesse o que viu, mas por algum motivo isso não acontece e só a deixa com a certeza de que nada na UCN é o que parece.

Pega pela polícia por infringir as regras, Bree se vê obrigada a manter aulas com um tutor e é aí que Nick entra em sua vida. O simpático garoto parece saber muito sobre os mistérios que envolvem a UCN e quando Bree faz uma ligação importante entre a morte de sua mãe e os eventos da pedreira, ela está determinada a descobrir a verdade por trás deste mistério.

A partir disso, Bree vai se infiltrar aos poucos no mundo dos Lendários, uma sociedade secreta baseada na Távola Redonda. Seus membros são descendentes dos cavaleiros originais – e do próprio Rei Arthur – e treinam para uma possível guerra, quando assumirão seus lugares no exército de Arthur, para destruírem criaturas sombrias que põem em risco os Primavidas, que é como eles chamam os humanos normais.

Porém, é claro que as coisas não serão muito simples para Bree. Selwyn tem a certeza de que a garota tem más intenções e está determinado a desmascará-la. Além disso, a presença da garota – que não tem ligação nenhuma com este mundo – incomoda a muitos membros, ainda mais quando ela é apresentada como parceira de Nick. Quanto mais se envolver, mais Bree estará em perigo, assim como aqueles que ama. Estará ela preparada para as consequências?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

***

Quando a Intrínseca anunciou o lançamento de Lendários, essa capa magnífica logo me chamou atenção e o livro entrou para minha lista de desejados. Então, quando soube que a trama do livro tinha relação com o Rei Arthur, minha vontade de ler só aumentou. Solicitei um exemplar para a editora e assim que meu exemplar chegou passou na frente da lista.

A escrita de Tracy Deonn é muito fluida e envolvente. A autora soube apresentar muito bem sua ideia e seus personagens, tudo envolto num clima de mistério bem elaborado. A mitologia também é sensacional e bastante original, acho que nunca li um livro parecido com este e por isso tiro o chapéu para Deonn.

Outro ponto importante a destacar é a representatividade e a luta contra o preconceito. Bree, nossa protagonista, é uma garota negra e precisa enfrentar muitas situações constrangedoras por conta de ser quem é. Fiquei chocado que em menos de 50 páginas ela sofreu racismo três vezes e não podia fazer nada pra se defender, pois eram pessoas de autoridade. É triste pensar que isso realmente acontece no dia a dia com muitas pessoas e acho muito importante a autora abordar essa pauta, para mostrar o quão errado é.

Além disso, também temos personagens homossexuais, bissexuais e não-binárie, para qual Deonn usava pronomes neutros para se referir. Este é o segundo livro que leio que usa linguagem neutra e espero que mais autores se preocupem com isso em suas obras.

Os personagens foram muito bem construídos. Bree é uma garota inteligente, com uma personalidade feroz e sem medo de correr atrás do que quer. Em vários momentos eu me colocava em sua posição e acho que não saberia lidar com certas situações tão bem quanto ela. Nick, meu personagem favorito, é completamente apaixonante. A forma como ele trata Bree desde o início e a química inegável entre os dois só me fez shippá-los muito mais.

O grande motivo para eu não ter dado 5 estrelas para essa obra foi porque achei ela grande demais. Eu amo calhamaços e não me importo com a quantidade de páginas se elas são condizentes com a narrativa. Mas aqui eu senti que não foi bem assim. São quase 600 páginas onde MUITA coisa acontece e que, talvez, não fosse necessário aparecer agora. Afinal, este é só o primeiro livro e a autora deixou um belo gancho para a continuação.

O final foi surpreendente. Conforme o clímax foi se criando, eu comecei a roer as unhas de ansiedade, sem saber para onde correr. Garanto a vocês que nada vai prepará-los para este desfecho e aqui tiro mais uma vez o chapéu para Tracy Deonn, pois ela foi incrível na construção deste final.

Lendários é um livro bem escrito, com personagens fortes, temas importantes e uma mitologia sensacional. Já estou ansioso pela continuação, que está prevista para lançar lá fora no ano que vem e espero que não demore a chegar por aqui. Sem sombra de dúvidas recomendo a todos esta leitura.

*Resenha postada originalmente por mim no Blog Recanto da Mi.

Ei, eu sou a Barb, tenho 27 anos, sou baiana, estudei Letras e compartilho conteúdo desde 2010 na internet. Por aqui, escrevo sobre tudo que faz meu coração bater mais forte.

Se inscreva no meu canal do youtube

Além do meu amor pela leitura e pelas histórias de romance, eu compartilho vlogs sobre a minha rotina e trabalho, mostrando como é a vida de uma baiana morando em Madrid, na Espanha.

Ei, inscritos no Telegram

Faça parte do nosso grupo aberto e gratuito no Telegram. Lá os inscritos recebem novidades, conteúdos exclusivos, além de um podcast semanal (em áudio) sobre o que se passa na mente da criadora de conteúdo.

Telegram

Quer receber minha newsletter?

Vamos conversar mais de pertinho? Enviamos conteúdos semanais sobre assuntos mais intimistas: reflexões sobre a vida e situações cotidianas.